10 muros que dividem nosso mundo

Ao ler a matéria original deste post me veio uma espécie de déjà vu, é que os muros que dividem nosso mundo e que hoje são construídos em distintos lugares são uma prova de que os exemplos históricos são rapidamente esquecidos.

Vários países hoje constroem muros para solucionar o problema da imigração ilegal. O mais notório deles é o muro que os Estados Unidos estão construindo na fronteira com o México. Novamente neste mundo imediatista vemos como se gastam milhões para construir um muro que acaba sendo uma solução hipócrita que não resolve o problema de fundo que é a enorme desigualdade e a miséria em que vivem os seus vizinhos. Claro que para isso falta vontade política e honestidade a prova de balas.

Na Europa ocorre outro tanto, mas por lá eles tem o mar Mediterrâneo que resolve em parte o problema. Porém ante os insistentes esforços das pessoas norte-africanas por fugir do inferno as autoridades agora se veem na obrigação de criar barreiras marítimas, afundando navios e retornando os refugiados.

O denominador comum a todos estes muros é o de que vale muito a pena arriscar a vida no mar ou pulando um muro do que viver na humilhante pobreza dos seus países de origem. Me lembra muito ao muro de Berlim, só que ao contrário, e esse é o ponto, os grandes precedentes desta prática (Berlim, Adriano e China) não resultaram um exemplo de eficacia por quanto as pessoas vão continuar a morrer se necessário para ultrapassá-lo. Como disse a autora da matéria original, “Mas o que eu nunca vi, até hoje, foi um muro solucionar um conflito“. É uma afirmação tão verdadeira e obvia que dói, mas a humanidade não aprende.

Saiba mais sobre o infame muro de Berlim

Mas então, vamos conhecer os 10 muros que dividem nosso mundo hoje, e que são tão infames quanto o foi o muro de Berlim.

Fronteira Estados Unidos – México

É um muro composto por três barreiras entre Tijuana e San Diego. Assim como no muro de Berlim, este também tem sensores de movimento, câmaras e outros itens tecnológicos. É chamado pelos ativistas de “Muro da vergonha”.

Israel – Cisjordânia

muro-israel

Israel construiu este muro para separar o seu território do território da autonomia Palestina. Este muro tem fins políticos e não imigratórios como os outros mas é uma aberração. Israel defende o muro como uma proteção contra ataques terroristas. Mas a verdade é que ele é mais um meio de intimidação e de pressão para impor uma fronteira de facto. Não é uma tática nova, Israel sempre apoiou aos colonos israelenses que se estabeleciam no território da Palestina de forma ilegal querendo legitimar a ocupação do território.

O muro não esta terminado, mas ele vai ter 700 kms de extensão.

Espanha: Ceuta e Melila

Outro muro com a finalidade de barrar a imigração. Espanha possui territórios no norte da África, na verdade eles já dominaram boa parte do atual Marrocos e hoje apenas dominam um pequeno território. Numa época existia livre circulação, mas com a melhora da situação econômica de Espanha e a pressão que esta sofreu por parte da União Europeia é que o país se viu na necessidade de aumentar a vigilância. Para isso construiu este sistema de cercas.

Muro de Chipre, Grécia – Turquia

muro chipre

 

Desde a guerra de independência da Grécia no século XIX, até recentemente, gregos e turcos disputaram palmo a palmo, ilha a ilha. Chipre também foi motivo de disputa e de guerra. Para resolver a questão a ilha ficou dividida ao meio e a capital também sofreu a divisão. Hoje, mesmo com a distensão nas relações entre os dois países, o conflito esta longe de se resolver. Para você ter uma ideia, só a Grécia tem mais tanques que a Alemanha, a França e a Itália juntos!

Muro de Evros, Grécia – Turquia

muro5

Eles de novo. Só que desta vez é para separar outra parte das suas fronteiras. Mesmo com a crise a Grécia foi pressionada a construir este muro de 10 quilômetros para impedir a imigração ilegal para a União Europeia.

Sahara Ocidental

muro1

O muro aqui na verdade é uma linha militar, um fronte de guerra que hoje permanece pacífico mas é extremamente vigiado. Tem incríveis 2700 kms de extensão e divide um território em disputa entre o Marrocos e o frente de liberação Polisário que busca a independência do território. A linha do fronte de guerra, porque na verdade é isso, contém 120 mil soldados do lado do Marrocos, bases militares a cada 10 kms, tanques, radares, e obviamente, milhões de minas.

Coreia do Norte – Coreia do Sul

Esta é a fronteira mais militarizada do mundo. Como no caso anterior, aqui também existe um fronte limitar porque oficialmente nunca se assinou uma paz e nem um fim para a guerra da Coreia. Por tanto o estado de guerra ainda existe.

Caxemira, Índia – Paquistão

muro cachemira

Mais do que um muro, na verdade é uma dupla cerca de arame farpado que não é uma fronteira mas a linha de alto ao fogo decorrente de um conflito armado entre os dois países pelo domínio dessa região. Os dois países reclamam territórios que o outro controla hoje e por isso esse conflito esta longe de se resolver. A relação entre os dois países é tensa, lembrando ainda que o Paquistão tem poder nuclear.

O muro de Bagdá

Muro construído pelo exército americano para separar os setores Xiita do Sunita na capital do Iraque.

Belfast, Irlanda do Norte

Por lá o conflito é puramente religioso. O muro separa regiões católicas das regiões protestantes. A intolerância religiosa chegou a extremos violentos que causaram muitas mortes, tanto que o muro tem 8 metros de altura para impedir que pedras ou granadas sejam jogadas de um lado para o outro.

Os muros encerram as áreas de residências católicas que inclusive são fechadas por portas reforçadas durante a noite.

muro4

Bônus – O muro entre o México e os Estados Unidos chega nesse nível que você esta vendo aí de ignorância.

Fonte: 10 muros que dividem nosso mundo | 360meridianos

stark

We have a Hulk ;-)

Você pode gostar...