Bertha Benz e a primeira viagem de carro da historia!

Bertha Benz foi uma daquelas mulheres extraordinárias que deixaram sua marca na historia. Em 1888 ela fez a primeira viagem de carro e não foi um passeio, foram longos 90 kms!

Karl Benz, o famoso fundador da marca Mercedes-Benz trabalhava há muito tempo em três protótipos do seu “motorwagen”, mas Karl sofria de um problema de perfeccionismo extremo, o que fazia com que tivesse trabalhado anos nos protótipos e estes apenas tivessem andado alguns pequenos trechos. Aqui é que entra Bertha Benz na historia.

Karl tinha o gênio, mas Bertha tinha a grana, foi a sua família que financiou o projeto de Karl. Mas ela tinha conhecimentos de engenharia e tinha acompanhado todo o processo de construção dos protótipos. Também acreditava muito no invento do marido e tinha um senso para os negócios. Ela sabia que se tinha que esperar pelo marido a que os protótipos estivessem prontos, isso sinceramente nunca ia acontecer. Ela precisava mostrar para tudo mundo que o “motorwagen” era algo que tinha aplicação prática, que era um produto e por tanto podia ser vendido.

Então ela decide um dia tirar um dos protótipos da garagem e dar um passeio ate a casa da mãe dela. Com a ajuda dos filhos tirou a engenhoca da garagem empurrando-a para fora para não acordar o marido. Foi um dos maiores momentos de “dane-se vou fazer do meu jeito” da historia. Ela então deu partida e saiu deixando uma carta para o marido.

Bertha Benz

O pessoal do Jalopnik ficou imaginando como seria essa carta, já que não tem registro dela, pensaram que seria algo como:

Bom dia, querido!

Espero que tenha dormido bem. Levei as crianças para visitar a vovó — eles estão muito empolgados. Voltaremos em alguns dias. Deixei linguiças penduradas em toda a casa porque, você sabe, somos alemães.

Com amor

Tatá

P.S. A propósito: para chegar mais rápido decidi usar um dos seus três protótipos do motorwagen que nunca rodaram mais de um quilômetro. Tenho certeza que conseguirei combustível, mas como você sabe, não há peças de reposição e você a única pessoa no mundo que sabe como esse negócio experimental funciona. Além disso todo mundo vai olhar para mim como se eu fosse uma bruxa vinda do futuro.

Até a volta!

Só para lembrar, é o ano 1888, ela é mulher. Estradas, mapas, postos de gasolina? Isso não existia! Ela traçou uma rota tentando passar sempre perto de boticários, que eram os únicos que podiam ter o derivado do petróleo que precisava (benzina) para abastecer o motor. Algo como isso não tem comparação nem mesmo hoje em dia! Ela fez essa viagem e no caminho aprendeu a usar o “carro”, simplesmente fantástico.

Bertha Benz

Após uma acorrente de transmissão quebrada, que um ferreiro arrumou, um cano de combustível entupido, que ela mesma desentupiu usando a agulha do seu broche e um freio estragado que ela fez um sapateiro arrumar com couro (inventando assim as pastilhas de freio) ela conseguiu chegar ao destino final.

No primeiro test drive da primeira piloto de testes da história surgiram melhorias que ate hoje são usadas nos carros modernos. O Karl ainda adicionaria uma marcha lenta para poder subir encostas muito íngremes, o que também foi algo que Bertha Benz lhe indicou. Sensacional!

Bertha BenzVi isto no Jalopnik e achei sensacional!

 

stark

We have a Hulk ;-)

Você pode gostar...