Enquanto isso a China lança missão robótica para a Lua

Uns dias atrás a Índia lançou uma missão a Marte, agora os Chineses apostam alto e mandam uma robótica para a Lua para explorar a superfície com fins poucos claros. Esta seria a primeira missão robótica para a Lua em anos.

Se a China for bem sucedida, será o terceiro pais na historia a explorar a Lua depois de USA e a antiga União Soviética. Já foram o terceiro pais do mundo em mandar astronautas para o espaço de forma autônoma, já tem um projeto de construção de estação espacial que estaria pronta para 2020 e seus astronautas já completaram todo tipo de missões na órbita da terra. Ainda em 2007 enviaram uma sonda para orbitar a Lua, nada mal né.

O mundo da exploração espacial esta bem movimentado. Se a Nasa perdeu algum terreno nessa área, o resto esta agarrando essa oportunidade com força. Índia já lançou suas sondas, empresas privadas mandam carregamentos para o espaço, pensam em viagens de turismo e ate em mineração de asteroides! A coisa esta ficando boa, ou pelo menos, como nos nossos sonhos de criança.

Agora a China olha para a Lua e o mundo se pergunta o que a China quer por lá? Segundo o site Inovação, os Chineses andam com a ideia de minerar a Lua e por isso mandaram o robô com intenção de ver se encontram Helium 3, que segundo o site é “um combustível que não ocorre na terra e que teoricamente poderia fornecer um milhão de vezes mais energia do que o carvão“. Cara, 1 milhão de vezes mais energia, pensa como isso pode mudar muita coisa por aqui.

Para vocês ter uma ideia do que isso significa, segundo o site também “se nós pudermos pousar um ônibus espacial na Lua, encher seu compartimento de carga com tubos de hélio-3 minerados da superfície e trazer o ônibus de volta para a Terra, essa carga poderá abastecer a totalidade da necessidade de energia dos Estados Unidos durante um ano inteiro“.

Neste momento penso nas oportunidades perdidas pelo Brasil nessa área… 🙁

stark

We have a Hulk ;-)

Você pode gostar...