Fotos atuais dos cenários de batalha da primeira guerra mundial

Eu não imaginava ate que ponto as feridas de guerra causadas à paisagem durante a primeira guerra mundial podiam ainda ser vistas. Eu pensava que talvez em alguns lugares tivessem sido preservadas as trincheiras e talvez algum bunker, mas estas fotos revelam que a primeira guerra mundial deixou marcas muito mais profundas e duradouras na paisagem da Europa.

Estas fotos tomadas pelo Michael St. Maur Sheil mostram que há lugares aonde batalhas feroces foram travadas que não puderam ser recuperados, vilarejos com centenas de anos desapareceram da fase da terra e hoje só há uma placa e uma cratera onde antes haviam casas.

Na foto principal do post podemos ver uma enorme cratera como se fosse de meteorito, é a cratera de Lochnagar produto de uma gigantesca explosão. Durante a guerra de posições fixas ou trincheiras era comum os dois lados construírem tuneis que fossem ate embaixo das linhas inimigas. Uma vez la preenchiam o local com toneladas de explosivos e os detonavam, o resultado era esse da foto.

Na foto abaixo mostra uma serie de trincheiras em formato de “serra” que existem ate hoje, podemos ver inclusive ate as crateras deixadas pela artilharia inimiga. As trincheiras tinham essa forma característica para dificultar a mira para a artilharia alemã. Esse foi o cenário da batalha do Somme que durou poucos messes e deixou mais de 1 milhão de vítimas.

primeiraguerra

 

Nesta outra foto ainda da para ver as crateras deixadas pela artilharia durante a batalha de Verdum, uma das mais sangrentas da guerra. Aqui não houve um metro de terreno sequer aonde não tenha caído um projétil.

primeiraguerra1

 

A vila de Butte de Vaquois ficava no local aonde hoje só tem uma serie de crateras. Durante 3 anos seguidos a área foi submetida a explosões de minas subterrâneas.

primeiraguerra3

Fonte:Cicatrizes da Guerra: paisagens da Europa que não se recuperaram da Primeira Guerra Mundial

stark

We have a Hulk ;-)

Você pode gostar...