O misterioso caso da epidemia de dança

Então, mais um caso misterioso que encontrei navegando mares de informação. Aconteceu realmente e foi na cidade de Estrasburgo em 1518 e é algo realmente bizarro.

Um belo dia de verão na importante e disputada cidade de Estrasburgo, que na época era parte do império romano germânico mas que hoje é da França, uma mulher chamada Frau Troffea saiu de casa e começou a dançar.

Nada de mais você pode pensar, mas os detalhes é que fazem do caso algo bizarro. Não havia música tocando e a mulher não tinha nenhuma expressão de alegria. Simplesmente se movia de forma frenética e ficou assim por vários dias. Ela caia por momentos para depois de um tempo levantar e continuar dançando, era como se estivesse num estado de trance.

Alguém percebeu que não era normal aquilo, talvez porque já levava quatro dias dançando ou porque já tinha mais de 30 pessoas acompanhando a dança no mesmo estado de trance, vai saber, assim que levaram a mulher para um templo para tentar uma cura.

Para o mês de agosto já tinha 400 pessoas dançando, a essa altura as autoridades não sabiam mais o que fazer, foram consultadas as autoridades da época, médicos, astrólogos, a igreja, mas ninguém sabia muito bem o que fazer. Como estavam ficando sem ideias pensaram que as pessoas iriam parar uma hora e que precisavam talvez dançar mesmo. Chegaram então a estimular a dança colocando músicos mas não resolveu.

Estimasse que a histeria coletiva levou à morte a mais de 100 pessoas por problemas cardíacos, exaustão ou mesmo o calor do verão. Somente no final de agosto os sobreviventes foram levados para santuários de cura.

O que causou a epidemia de dança continua sendo um mistério, até porque a historia registra outro caso similar na Europa alguns anos depois. Se quiser arriscar alguma teoria pode comentar.

Vi uma referência disto no Literatortura e dai achei outras no Google.

stark

We have a Hulk ;-)

Você pode gostar...