Saiba como foram descobertas pirâmides na Itália

Algum tempo atrás dei de cara com esta noticia na Web. Como toda notícia relacionada à pirâmides, pouca coisa existe na web que seja séria e muito menos científica. Parece que há um padrão nisso.

Desta vez são na Europa como as da Bósnia, são pirâmides na Itália, em Montevecchia a poucos quilômetros de Milão. Estas pirâmides são de terra e não de pedra como outras, pelo que foram confundidas por muito tempo com colinas naturais. Foram descobertas em 2001 analisando fotos de satélite. O interessante é que isto aconteceu há mais de 10 anos e mesmo assim quase nada se sabe delas. Novamente como na Bósnia, não houve interesse da arqueologia nem da mídia sobre o assunto. Aparentemente nenhum estudo sério foi feito sobre o assunto. Talvez sejam realmente formações naturais e por isso mesmo ninguém queira ir la gastar dinheiro e fazer um estudo sério. Ai dependemos então de informações mais ou menos parciais e pouco sérias pelo fato de não virem de uma fonte especializada.

Se vamos confiar nos dados que apareceram. Em maio de 2003, o editor chefe da revista WM (não achei referência na net desta revista), Georg Wojnar da República Tcheca foi com um time ate  a Itália para estudar o local e tirou certas conclusões. As formações tinham todas as suas caras com 42/43 graus de inclinação e estavam levemente desfaçadas dos pontos cardeais por 7 a 12 graus. Se proposital ou não isto poderia levar a conclusões interessantes, mas sem comprovações é difícil afirmar qualquer coisa. Por último, todas as formações estão com similar orientação e disposição que as pirâmides do Egito, ou seja, imitando a constelação de Orion.

Mais tarde, em 2007, Gabriela Lukács, aparentemente graduada em história e relacionada ao estudo das pirâmides da Bósnia, foi até o local e também fez um estudo que logo apresentou numa conferência que foi feita em Sarajevo. Tenho que dizer que tanto ela como o estudo das pirâmides da Bósnia estão firmemente relacionados a estudos de tipo místico. Por tanto se por um lado é graduada em história, por outro os estudos são orientados para o lado do misticismo e da geo-mancia, tipo, como que ficamos no 0 a 0.

Em fim, os dados colhidos pela Gabriela afirmam que não seriam somente três pirâmides, mas entre 7 e 9. Elas tem terraços escalonados e topo plano e que foi feito assim de propósito. Um altar de pedra existe no topo da primeira pirâmide.

Como costumeiro por aqui, deixamos a vocês pesquisarem mais sobre o assunto. Como no caso das pirâmides da Bósnia, há um estudo feito porém nenhum dos involucrados é cientista preparado para isso. Nenhum dos dados foi confirmado por outras fontes e praticamente tudo que se sabe são das mesmas fontes que estão ligadas a temas mais ou menos esotéricos. Assim fica difícil realmente, porque se por um lado se confirmam os dados seria revolucionário, somente isso já vale o dinheiro que qualquer universidade gastaria na viagem e no estudo. Mas isso não vai acontecer a curto prazo.

Se o dado de que estão na mesma disposição que as pirâmides do Egito se confirmasse, já é um indício de que algo pode ter ai que não é natural, porque quase todos os complexos de pirâmides tem essa mesma disposição o que é algo realmente intrigante.

piramide_italia_01

piramide_italia_02

piramide_italia_google_foto_04

stark

We have a Hulk ;-)

Você pode gostar...