Vasco doou 2 aviões para a FAB na II Guerra Mundial

Durante a segunda guerra mundial o clube Vasco doou 2 aviões para a FAB. Pode parecer algo raro mas acredite, na época da segunda guerra era uma prática comum em todos os países que participaram onde o esforço econômico de guerra fora pesado.

Na URSS os obreiros de uma mina de carvão podiam fazer uma vaquinha e pagar um par de aviões Yakovlev para o esforço de guerra, quando era assim o avião levava uma inscrição na lateral. Exemplos como esse aconteceram no mundo todo e aqui no Brasil também.

…A diretoria passou a receber doações para o esforço de guerra: velhos remadores ofereciam suas medalhas, o objeto mais sagrado de um campeão, para serem vendidas e angariar fundos. Até um telescópio foi doado em nome do Vasco para a Marinha.

Foi formada uma comissão e ato seguido foram para a importadora dos aviões fazer o pedido sem sequer ter se organizado ainda, por tanto, sem recurso monetário algum. Foi escolhido o avião mais caro do catálogo e ainda foram encomendados dois.

…Agora era só realizar a campanha, e assim foi feito. Fixaram-se três faixas de contribuições, cada uma delas daria direito a um distintivo para os doadores, que uma semana depois já se multiplicavam. São Januário se encheu daqueles vascaínos orgulhosos com seu distintivo na lapela. Em vinte dias a campanha foi encerrada, seu objetivo havia sido alcançado e ainda sobrou dinheiro, Se pensou em devolver o excedente para os contribuintes, afinal muitos deles eram humildes, mas essa ideia foi recusada por todos aqueles que aderiram à campanha. O saldo foi então aplicado e esse valor ajudou a construir a Sede Náutica da Lagoa, alguns anos depois.

Os aviões foram apresentados mais tarde durante um jogo do Vasco em São Januário. Os dois iam pintados com a cruz de malta obviamente. Os aviões doados pelo Vasco foram recebidos pelo ministro da aeronáutica.

T6 Texan doado pelo clube Vasco da Gama

Vi isto aqui.

stark

We have a Hulk ;-)

Você pode gostar...